Um aparelho não certificado pode oferecer vários riscos ao consumidor.

O primeiro risco é o risco elétrico um equipamento não certificado pode não suportar qualquer imperfeição que venha da rede elétrica. 

Como por exemplo picos de energia  o equipamento não certificado pode não resistir ao pico de energia e quando ele receber esse pico de energia ele pode queimar ou até pegar fogo que pode apresentar um risco a segurança do usuário

Outro risco é o risco de interferência, equipamentos não certificados não são verificados na capacidade de não interferir em  outros equipamentos com os equipamentos não certificados podem interferir em receptores de rádio, televisores, modem de internet, celulares prejudicando a qualidade da chamada ou internet 

Outro risco importante de citar é o risco de segurança cibernética, esses aparelhos pode conter softwares maliciosos que são capazes de roubar suas credenciais incluindo credenciais de banco e fazer diversos tipos de crimes, como também são capazes de utilizar sua internet para fins ilícitos tanto para distribuir conteúdo ilegal, como também para mineração de moedas virtuais 

APREENSÕES NÃO ACABAM COM A PIRATARIA, OQUE MAIS É NECESSÁRIO?

Só a apreensão não é possível acabar com a pirataria, é necessário um conjunto de ações para diminuir a quantidade deste tipo de crime, um trabalho em conjuntos com os órgãos aAnatel com outros órgãos, para combater a pirataria, outra ação que também esta sendo realizada é da educação do consumidor através de vídeos, informativos, animações 

Combate a pirataria

Não corra riscos desnecessários contratando serviços não homologados pela Anatel  consulte planos de TV SKY ou planos de internet ou planos de TV por assinatura Pré Paga 

Deixe um comentário